segunda-feira, 7 de agosto de 2017

[Romance] "A Mulher Esquecida", de Katherine Webb [Chá das Cinco]



Autora: Katherine Webb

Editora: Chá das Cinco

Edição:Outubro de 2015

Género: Literatura / Romance

Nº de paginas: 480

Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros

Gosto imenso do título, pois chamou-me a atenção.
É uma questão interessante, o que faz alguém ser recordado e não ficar perdido nas brumas do tempo. Quem não se questiona se será lembrado, e até quando... Bem, no caso específico desta história, a mulher esquecida está também envolta num mistério, pelo que o seu esquecimento não foi pacífico. O seu desaparecimento e as razões para o mesmo é apenas conhecido por duas pessoas, e quem um dia a conheceu e a amou, não consegue descansar sem descobrir a verdade.
Ficou um pouco confuso,de forma como a autora brincou com as duas faixas temporais, inícios de 1800 e vinte anos mais tarde, vamos conhecendo aos poucos a verdade sobre o que aconteceu a Alice, ao mesmo tempo que acompanhamos as vidas de quem lhe sente a falta, Starling, a sua protegida e Johnathan, o seu amor.
A história está escrita de uma forma bastante interessante, impelindo-nos a continuar a leitura de forma a chegar à tão esperada revelação. Simultaneamente, encontramos uma rica descrição sobre a vida naquela época, incluindo alguns episódios sobre a Guerra Peninsular, em que os britânicos lutaram ao lado dos portugueses contra os franceses e os espanhóis.
As personagens, principalmente Starling e Rachel, são as verdadeiras forças motoras por trás do avançar do enredo. Gostei imenso das duas, e julgo que são óptimas representantes para duas das classes de mulheres daquela época, revelando o que tinham de aguentar e até sofrer, às mãos de quem as controlava, marido ou senhor.



Katherine Webb cresceu numa zona rural em Hampshire, Inglaterra. Residiu em Londres e em Veneza, e actualmente em Berskhire, Inglaterra. Já trabalhou como empregada de café, au-pair, assistente pessoal, ceramista, encadernadora, bibliotecária e governanta de uma mansão, sendo que agora dedica os seus dias à escrita.



Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário será publicado, após análise da administração da página. Obrigado.