sexta-feira, 14 de abril de 2017

[Romance] "O Crime do Padre Amaro", de Eça de Queirós [Circulo de Leitores]






Titulo: O Crime do Padre Amaro

Autor: Eça de Queirós

Editor: Circulo de Leitores

Data de edição: Abril de 1993

Género: Romance

Nº de paginas: 487




Opinião por Ana Santos , Blog A Dama dos Livros

Amaro é um jovem padre que, com auxílio dos seus protectores, é designado para a paróquia de Leiria. Ao chegar à cidade, torna-se  hóspede de S. Joaneira, e conhece a filha da senhoria, Amélia. Quando a paixão entre eles começa a aumentar, nem mesmo o voto de celibato é um obstáculo ao seu relacionamento. 

Descritiva em excesso. Estas são as melhores palavras para descrever a narrativa de Queirós. Para se ter uma ideia, nenhum detalhe, por mais insignificante que fosse, passou despercebido. Assim, o uso exagerado de adjectivos logo me incomodou, deixando-me com a sensação de que o autor estava andando em círculos, sem saber que caminho seguir. 

Além disso, a obra apresenta um ritmo lento e a história parece não evoluir. A título exemplificativo, cito que foram necessárias mais de duzentas páginas para Amaro e Amélia finalmente se envolverem, sendo que esta é a premissa do livro, que consta inclusive da sinopse. Até faria sentido este envolvimento ser mais lento, considerando que Amaro é padre e, para ser sincera, a minha expectativa era vê-lo atravessar uma crise existencial, questionando os seus valores e sem saber o que fazer. Todavia, fiquei com a ideia de que Amaro era sacerdote por profissão, e não por vocação. É claro que o romance deles não deveria ter ocorrido rapidamente, como num romance sensual e inverossímil, mas a forma como autor conduziu o relacionamento afectou directamente o meu envolvimento com a leitura.

Os diálogos igualmente deixaram um pouco a desejar, tendo em vista que soaram superficiais e vazios. Creio que não se pode atribuir tal defeito a época em que a obra foi escrita, visto que nunca tive problemas com diálogos de outros livros clássicos.

Os protagonistas não conquistaram a minha empatia, pois além de serem insonssos, o romance deles não me convenceu, nem me cativou. A linguagem, apesar de rebuscada em certos momentos, é compreensível. Uma peça bastante interessante.

Um pouco sobre o período da historia:

Na segunda metade do século XIX, Portugal passava por grandes transformações; não apenas sociais, mas também filosóficas. 
Grande marco do Realismo em Portugal, publicado originalmente em 1875, O crime do padre Amaro é a obra mais polémica de Eça de Queirós que levou a que houvesse grandes protestos por parte da Igreja Católica, não só dentro de Portugal, mas também do próprio Vaticano.É a obra de Eça que denuncia a corrupção dos padres, que manipulam a população a favor da elite, e a questão do celibato clerical. A obra caracteriza-se pelo combate ao idealismo romântico que se estabelecia até então, em prol de uma visão mais crítica da sociedade e Eça de Queirós terá aproveitado o facto de ser nomeado administrador do concelho de Leiria para aí durante seis meses, conhecer e estudar aquele que seria o cenário de O Crime do Padre Amaro.


O Crime do Padre Amaro é a maior obra do escritor Eça de Queirós. A publicação deste romance marca o início do Realismo português e é considerada por muitos a melhor obra do movimento.  Devido a denúncia de corrupção dos membros da igreja e à discussão sobre a quebra do celibato, sofreu perseguições da Igreja Católica. 


segunda-feira, 3 de abril de 2017

[Thriller] "O Amor é Vermelho" , de Sophie Jaff [Marcador]





Autora: Sophie Jaff

Editor: Marcador

Data de edição: Fevereiro de 2016

Género: Thriller

Nº de Paginas: 360







Opinião por Ana Santos | Blog A Dama dos Livros


Esta narrativa alterna entre o ponto de vista de Katherine e o do assassino, o que ao início talvez seja um pouco confuso. Porém, a pouco e pouco, o leitor vai conseguindo entrar na lógica narrativa do livro. O tom da narrativa é muito diferente do usual e mostra-nos a peculiar personalidade desequilibrada, maníaca e compulsiva do Serial Killer  que está bem impressa nas palavras que ele usa para descrever o que o rodeia e a forma como actua no ambiente que o rodeia.

O livro começa com o relato de uma violação seguido do assassinato de uma das vítimas. Crueldade ao mais alto nível. Infelizmente, o livro não dá seguimento à morbidez que se espera neste género de tramas, optando a autora por dar primazia ao romance e às visões que Katherine vai tendo ao longo da história ao invés de se focar nas circunstâncias que rodearam as mortes e na investigação policial (cuja referência não existe) do  caso do Homem da Foice, o que poderia ter trazido um colorido adicional à história.

O foco da narrativa centra-se principalmente em Katherine Emerson em concreto, no triângulo amoroso em que se vê envolvida a protagonista (e musa do assassino em série), e nos dois amigos David e Sael  deixando em aberto o desenvolvimento as circunstâncias em que foram cometidos os crimes.

 No entanto, é um thriller diferente dos que tenho lido ultimamente. “A ligação a uma história muito antiga, da Donzela do Castelo de Morwin”, pareceu-me um pormenor muito interessante. Inicialmente não entendemos muito bem o que tem a ver com a história de Katherine, mas depois faz-se luz. E digamos que a história da Donzela até parece aquelas histórias que as mães contavam às filhas antigamente.

Este livro revelou-se uma forma interessante de abordar o género thriller, e é bastante curioso e original ver de que forma a autora Sophie Jaff misturou acontecimentos bíblicos com passagens eróticas, terror, romance, suspense, paranormal. 

Simplesmente fascinante.



terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

[Romance erótico] "Um Cretino Irresistível", de Christina Lauren [Marcador]







Autora: Christina Lauren


Editora: Marcador


Edição: Janeiro de 2014



256 páginas 








Opinião por Ana Santos | Blog A Dama dos Livros

Já no fim do seu mestrado, Chloe é uma jovem mulher inteligente. Está a estagiar numa prestigiada empresa. Mas o seu único problema  que atravessa de momento é a tensa relação de ódio que tem com o seu orientar e chefe. Bennett, o superior hierárquico de Chloe, sente-se atraído pela sua estagiária desde o primeiro dia em  que a conheceu e tenta resistir-lhe com todas as forças, principalmente porque ela é muito amiga dos seus pais.

Sem querer estagiária e chefe começam numa relação bastante tumultuosa, de sexo e poder, de amor e ódio que os levará a  ter de tomar decisões arriscadas.

Acho que nunca li um erótico que me cativasse tanto. Aquela relação tumultuosa de ambos foi espectacular! As autoras, a meu ver, souberem criar uma química brutal entre eles os dois.

Trata-se de um livro que não me trouxe apenas imagens de sexo e uma forte componente de erotismo mas também contém diversos momentos de comédia e romance. As autoras conseguiram passar para o leitor, de forma muito espontânea e simples, uma intensa emotividade que transparece na sua escrita e que nos envolve na história, agarrando-nos desde o primeiro momento da narrativa. Um romance erótico de facto irresistível!





sábado, 31 de dezembro de 2016

[Fantástico] "Uma Sombra sobre Florença", de Sylvain Reynard [Saída de Emergência]





Autora: Sylvain Reynard




Chancela: Chá das cinco 


Edição: Abril de 2016



335 paginas






Opinião por Ana Santos | Blog A Dama dos Livros 


Tal como o primeiro título desta série, "Uma Sombra sobre Florença", do autor Sylvain Reynard é um romance de cariz fantástico, que corresponde a um muito bem conseguido spin off da série " O Inferno de Gabriel", também editada em Portugal pela chancela Chá das Cinco das Edições Saída de Emergência.

Neste segundo livro da autora, não tive a mesma reacção   do  que no primeiro. Apesar do perigo em que as personagens estavam envolvidas. Achei que poderia acabar de um outro modo ou ter uma continuação. A paixão entre Raven e William era tão forte que não mereciam ser separados.

Por outro lado, achei interessante como todos os personagens se envolvem e o dinamismo em que se vêem inseridos.
Achei que falta qualquer coisa a este Romance mas ganha a nossa atenção, desde logo, pelo belíssimo cenário da cidade  de Florença, que desfila perante os olhos do leitor em cada detalhe encantador; pelas personagens fortes, bastante densas psicologicamente e sui generis nas respectivas imperfeições, e pela narrativa muito bem estruturada e imensamente rica em apontamentos culturais e históricos.

 As alusões a diversos aspectos históricos, em especial, ao Renascimento Italiano e ao seu relevante contributo para a história da arte acabam por ser o complemento ideal para afastar a obra de uma visão estereotipada, conferindo-lhe um factor de distinção, sem retirar a natureza sobrenatural e uns elegantes laivos de sensualidade e romantismo.




segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

[ Romance] Envolvidos, de Emma Chase [ Topseller]


   

 Titulo: Envolvidos

        
        Autora: Emma Chase

       
        Edição: Julho de 2014


   Editora: Topseller


      Nº de paginas:255










Opinião por Ana Santos | Blog A Dama dos Livros


Envolvidos, de Emma Chase, é um Romance descrito como o bestseller mais sexy, romântico e hilariante do ano.

Drew Evans, um jovem banqueiro e um mulherengo de primeira, que seduz todas as mulheres de nova Iorque só com um sorriso.Se a vida lhe corre bem, então porque é que está fechado em casa há sete dias, a sentir - se miserável e deprimido?

Drew recusas - se a dizer  e admitir que está apaixonado por Katherine Brooks, uma colega de escritório que é contratada pelo seu pai, para trabalhar no banco de investimentos. Por outro lado a competição profissional a que ela o sujeita irrita-o, e que a atracão que ele sente por ela é perturbadora e a sua aparente inabilidade para conquistá-la é exasperante.

Também Kate acaba por se apaixonar por ele. Mas por mais erros que ele faça, e as opções que toma por ela. Drew acaba por ter aquilo que sempre desejou. Ter nos seus braços a irresistível Kate Brooks.

Esta historia, contada sob o ponto de vista masculino,  e o facto de nos mostrar como um homem e a  vê as coisas no mundo das relações amorosas dá ao romance um perspectiva mais original e , muitas vezes, chega a ser hilariante estarmos na mente de Drew. Amei este livro.


[Fantástico] "Raven- Noites de Florença", de Sylvain Reynard [Saída de emergência]






Editora: Saída de emergência 



Chancela: Chá das cinco


1ª edição: 8 de Abril de 2015


Paginas: 478







Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros

Raven - Noites de Florença, do autor Sylvain Reynard é um romance de cariz fantástico, que corresponde a um muito bem conseguido spin off da série " O Inferno de Gabriel", também editada em Portugal pela chancela Chá das Cinco das Edições Saída de Emergência.

O roubo das peças mais importantes de Boticelli, da propriedade do professor Gabriel Emerson e da sua esposa julianne, a que se encontravam em exposição na galeria Uffizi, no coração da grande cidade de Florença, faz incidir o foco das atenções na jovem Raven Wood, uma conservadora de arte que, em simultaneamente com o facto de ver recair sobre si fortes suspeitas de pratica de um crime, entra inadvertidamente em contacto com o submundo da cidade de Florença, governado pelo atraente e misterioso William  York, o príncipe de Florença.
Portadora de uma deficiência física, Raven sonha, sem grande esperança, ser bem sucedida em termos afectivos. Também assiste a mudanças em si mesma que jamais suspeitaria possíveis, e vê em risco a sua segurança e a permanecia em Florença, onde sente ser a sua zona de conforto, perante o peso de demónios do passado, na sua terra natal nos estados unidos. Caberá a Raven redescobrir a sua identidade e o seu valor enquanto pessoa, fazendo um percurso pessoal e afectivo que ponham em evidência que as imperfeições e as vulnerabilidades são inerentes à condição humana, e num rasgo de ironia, afectam também seres com poderes sobrenaturais, como os vampiros que habitam o submundo de Florença.

Por outro lado, William York, o príncipe de Florença, é um vampiro com poderes sobrenaturais, e que se julga incapaz de amar, muito embora revele especiais aptidões ao nível sensual e sexual. Sentido a ameaça sempre premente sobre o seu mundo, tendo de lutar contra poderosos inimigos, e receando, a todo o momento, ver-se traído pelo seu circulo mais próximo ( o consilium, que integra seis membros, a que se soma o príncipe, e que reveste a natureza de um conselho governativo do Principado de Florença). 
 William como um poderoso príncipe, transporta consigo uma historia pessoal algo traumático que, inevitavelmente, afecta o modo como se relaciona e se move no decurso da sua vida em termos sobrenaturais.
Igualmente com efeito, uma das mensagens mais importantes deste romance é que a imperfeição, os medos, as dificuldades e a capacidade de resiliência perante as adversidades acabam por ser tão transversais a toda a humanidade que, num rasgo de sábia ironia, o autor prova que tal circunstancialismo pode também ser transversal ao submundo, onde dada a existência de poderes sobrenaturais, poder-se-ia dar como adquirida a mais absoluta perfeição e o auto-conhecimento.


Achei este Romance fascinante, pelo belíssimo cenário da cidade  de Florença, que desfila perante os olhos do leitor em cada detalhe encantador; pelas personagens fortes, bastante densas psicologicamente e sui generis nas respectivas imperfeições, e pela narrativa muito bem estruturada e imensamente rica em apontamentos culturais e históricos.
 As alusões a diversos aspectos históricos, em especial, ao Renascimento Italiano e ao seu relevante contributo para a história da arte acabam por ser o complemento ideal para afastar a obra de uma visão estereotipada, conferindo-lhe um factor de distinção, sem retirar a natureza sobrenatural e uns elegantes laivos de sensualidade e romantismo.





quarta-feira, 14 de setembro de 2016

[Romance Erótico Contemporâneo] Dominada [Topseller]






                Dominada


              K. Bromberg


              Editora: Topseller


              Nº de Paginas: 352


              Edição: Julho de 2014










Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros


Dominada de K. Bromberg é um Romance erótico contemporâneo. A Escrita da autora é incrível e muito bem conseguida, com ritmo, bons diálogos e de leitura acessível.
Os protagonistas são: Colton Donavan um homem muito atraente e um verdadeiro "Bad Boy" que é um piloto de automóveis. Por outro lado Rylee Thomas pode -se sempre dizer que  teve a sua vida controlada. Muito antes de conhecer Colton, Rylee tem um trauma com a morte do ex-namorado Max. E sente - se culpada por isso. Mas também não consegue ficar sozinha em lugares escuros e pequenos.
Ainda luta para fazer o luto e conseguir viver o seu futuro afectivo entretanto, dedica as suas energias no trabalho com uma instituição que protege jovens em dificuldades.
Colton e Rylee conhecem se nos bastidores de um evento de beneficência e entre ambos nasce naturalmente uma química poderosa.

O que mais gostei neste livro foi a forma como se descreve cada cena, cada capitulo, como se estivéssemos a ver um filme, mas tudo junto fica fantástico.