terça-feira, 19 de junho de 2018

[Thriller] "O Jardim das Borboletas", de Dot Hutchison [Suma de Letras]






Titulo: O Jardim das Borboletas

Autora: Dot Hutchison 

Editora: Suma de Letras

Edição: Agosto de 2017

Nº Pagina:320

Género: Thriller/ Policial


Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros


A personagem principal, Maya, é uma rapariga inteligente e com um grau emocional muito elevado, não se deixando abater com qualquer coisa, nem tão pouco se deixa levar pelas emoções. A personagem está muito bem conseguida, deixando nos sentir empatia por ela e por tudo o que passou ao longo dos anos.
A história está divida em três partes e é narrada por Maya, a uma dupla de agentes do FBI e percebemos desde logo que a jovem foi resgatada de uma espécie de jardim, onde tanto ela como tantas outras mulheres foram mantidas prisioneiras ao longo de vários anos. Maya relata detalhadamente os aspectos mais importantes da sua vida durante o tempo que esteve no jardim, assim como a sua infância e adolescência fora do jardim.
É um livro que nos deixa em choque  e  deixa nos  perturbadas como nos deixa absolutamente hipnotizadas e cativadas com a história. É um thriller psicológico, que começa, ao contrário de grande parte dos livros do género, com o crime já descoberto e os culpados, em parte identificados. Aqui é uma das supostas vítimas que nos relata o que aconteceu, deixando os leitores na dúvida se também ela é cúmplice no crime ou se é apenas uma vítima.


Este livro é o primeiro volume daquela que será uma trilogia, para já intitulada “O Coleccionador” e que começou da melhor forma para a escritora.
É uma excelente opção para lerem nos próximos tempos, pois é capaz de deixar qualquer um arrepiado quando começa a perceber a história e o que acontece naquele que poderia ser um belo jardim, mas que na verdade é muito mais do que isso. No entanto, contem com um final um tanto apressado, que me deixou um a querer saber um pouco mais.
Na minha opinião, este livro contem um ar fascinante e ao mesmo tempo assustador.No entanto, uma nota negativa ao livro é a forma como termina, faz me lembrar o último livro da trilogia “Hunger Games“, ambos terminam de forma apressada, dando a ideia de que não podiam escrever mais nada.





Sobre a Autora:



Dot Hutchison é escritora, dedicada especialmente ao público jovem-adulto. Possui interesses bem diversificados, indo de teatro, queda-livre e "xadrez humano" em feiras renascentistas a navegar horas e horas pelas páginas da Wikipedia (às vezes, as pesquisas não têm muito a ver com as histórias que ela escreve, como naquela vez em que Dot leu sobre São Jorge ter passado o resto de seus dias arrependido por ter matado o dragão).




sábado, 2 de junho de 2018

[Romance]"A Paixão", de Nicole Jordan [Tiara editora]





Titulo: A Paixão

Autora: Nicole Jordan 

Editora: Tiara editora

Edição: Setembro de 2011

Nº de paginas:416

Género: Romance



Opinião por Ana Santos, Blog A Dama Dos Livros


Este romance inicia-se no ano 1813 no século XIX, numa época em que Inglaterra estava em conflito com a América. No 1º livro, conhece-se um pouco de Nicholas Sabine, um Americano que tem uma frota de navios, mas infelizmente com a guerra, a Inglaterra considera culpado todos os navios americanos. E Sabine é dado como um pirata e tem como destino a morte.
Por sua vez, conhecemos a protagonista, Lady Aurora é uma rapariga tímida, muito protegida pelo seu progenitor. Perante o desaparecimento do seu amado, o pai arranja-lhe um novo pretendente, ou seja irá – lhe forçosamente casar com um homem com o dobro de sua idade e contra sua vontade.
Os dois apaixonados irão se deparar casualmente nas ilhas britânicas, onde Aurora fica chocada com a forma como Nicholas é tratado e condenado à morte. Este, aproveitando-se da sua simpatia e pena, e com receio de deixar a sua meia-irmã abandonada, propõe um casamento de conveniência de modo a salvaguardar o futuro da irmã ilegítima, Raven. Depois de alguma hesitação, a moça cede e lá se casam, um dia antes da sentença de Sabine, tendo ainda tempo para consumar o seu casamento, ou seja fazerem amor. Com este matrimónio, Aurora desperta a sensualidade que há em si, nas várias cenas de amor e sexo que envolvem este acontecimento. Claro que uma das consequências deste casamento foi o desafio e a desobediência que Aurora fez contra o seu pai e que a irá perseguir até ao fim do livro, embora sinta que tomou a decisão justa.

A Paixão” vem na sequência de "Sedução", primeiro livro da série Notorius, uma série não sequencial, que pode ser lida sem ser por ordem. Eu própria ainda não li o 1º livro, e apesar de ser uma leitura satisfatória não achei nada de especial. É um livro giro e que acabou por me surpreender.
Não podia de deixar de apontar um facto que quase me fez a não ler este livro. O 2º volume saiu no ano passado, pela colecção Tiara que actualmente está mais focada em reedições do que em novos lançamentos. Não sei como fica esta autora no panorama nacional, visto que este ano não houve nenhuma novidade por parte de Nicole Jordan.


Sobre a Autora:


Nicole Jordan, autora best seller internacional de inúmeros romances históricos, arquitecta contos de deleite que fazem o leitor ferver de paixão e sensualidade.
Nicole cresceu num ambiente militar, o que a levou a sofrer várias deslocações. Frequentou o Ensino Secundário na Alemanha e mais tarde diplomou-se em Engenharia Civil no Georgia Tech. Actualmente, vive nas Montanhas Rochosas do Utah, com o seu marido e os seus cavalos.
Autora de mais de duas dezenas de romances históricos e de cinco milhões de livros impressos, com enredos de épocas e locais diversos, Nicole tira agora prazer da escrita nos ambientes excitantes e envolventes de amantes da alta sociedade em jogos de sedução matrimoniais.
Um dos seus romances teve a honra de ter despertado a atenção humorística de Jay Leno no The Tonight Show.




quinta-feira, 12 de abril de 2018

[Romance de Literatura] "Chá e Amor ", de Yasunari Kawabata [Nova Vega]



Titulo: Chá e Amor

Autor: Yasunari Kawabata

Editora: Nova Vega

Edição: Novembro de 2017

Nº de paginas: 144

Género: Romance

Colecção: Escola de Letras 


Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros


Este romance tem vários significados e está escrito num tempo antes (breve e longo), ele nos oferece em apenas cinco capítulos, uma historia de amor cerzida com partes cruciais da área da psicologia (nomeadamente feminina, tendo em conta a parte da estética), alguns traumas e desafios dos mesmos entre outros assuntos abordados. 
O ritmo da escrita é contida  e a historia esta narrada de uma forma humana, apaixonada e comovente. Sem duvida uma obra de  arte refinada.
Também neste inquietante e delicado romance que o autor Kawabata nos traz as qualidades da melhor literatura Japonesa.



Sobre o Autor:


PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 1968

Romancista japonês, Yasunari Kawabata nasceu a 11 de Junho de 1899 na cidade de Osaka. Filho de um médico de grande cultura, conheceu a fatalidade da morte muito cedo, ao ficar órfão de ambos os progenitores aos três anos de idade, e ao perder a avó aos sete. Foi portanto criado pelo avô materno.

Após ter concluído os seus estudos secundários em 1920, Kawabata ingressou no curso de Literatura da Universidade Imperial de Tóquio, de onde obteve o seu diploma em 1924. Juntou-se então a uma tertúlia, e ajudou a fundar o Bungei Jidai , publicação que proclamava o Neo-Sensualismo e se mostrava receptiva à literatura europeia de vanguarda.

Kawabata publicou o seu primeiro livro em 1925, Jurokusai No Nikki e, no ano seguinte, arrebatou o sucesso com o aparecimento de Izu No Odoriko (1926, O Bailarino de Izu ), uma novela de cariz autobiográfico que relatava o namoramento entre dois jovens.

Casou em 1931 e mudou-se para Kamakura, a antiga capital samurai, que abandonou com a deflagração da Segunda Guerra Mundial. De convicções neutrais, refugiou-se na Manchúria, regressando ao seu país depois da rendição japonesa.
Recorrendo a técnicas surrealistas que procuravam combinar a estética tradicional nipónica com a narrativa psicológica em tons de erotismo, publicou Yukiguni (1948, O País da Neve ), romance que descrevia o relacionamento entre o escritor de um livro sobre a dança e uma geisha já madura. Entre 1949 e 1954 surgiu Yama No Oto (A Voz da Montanha ), obra que contava a história de Shingo, um homem preocupado com as crises conjugais dos seus dois filhos, e que procurava fazer ressaltar o carácter emocional do povo japonês.
Na década de 60 tornou-se activista político, defendendo candidaturas conservadoras e assinando, juntamente com Yukio Mishima, um manifesto de protesto contra a Revolução Cultural chinesa.
Galardoado com o Prémio Nobel da Literatura em 1968, Yasunari Kawabata suicidou-se pela inalação de gás a 16 de Abril de 1972.


sexta-feira, 23 de março de 2018

[Romance] "Amor com Travo agridoce", de Pippa James [Topseller]






Autora: Pippa James

Editora: Topseller

Edição: Novembro de 2017

Nº de paginas: 320

Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros


Nesta História conhecemos a Daisy Delaney no seu dia a dia, ela é uma especialista em lingerie e trabalha numa loja de roupa interior cujo o dinheiro serve para pagar a renda de casa. Daisy também tem um dom para a cozinha da área da doceria. O seu sonho era conseguir publicar o livro em que passou os últimos dois anos a preparar, com o seu vasto conhecimento sobre lingerie não vai fazer de Daisy uma autora publicada. No entanto, o seu "sonho" é capaz de estar para breve, ou assim prevê o seu agente literário que a manda, á semelhança do que deve acontecer com muita gente que leva o seu projecto ao mundo editorial, ao apimentar um pouco as coisas e criar uma historia que incorpore os seus conhecimentos, as suas paixões e um ingrediente secreto.
Por entre receitas e ideias, Daisy decide se arriscar e aceitar o convite que não lhe era destinado, colocando- se no caminho do conhecido e controverso Michel Amiel, um Chef. Francês que tem tanto de interessante como de arrogante.
No meio de um carreira que já conheceu melhores dias, uma mudança para a capital inglesa e uma namorada que o leva a tribunal, Michel tem as mãos atadas e parece resolver isso com uma confusão e copos, chegando até a ser salvo por Daisy numa ou outra ocasião.

Este romance de Pippa James é uma historia deliciosamente com muito açúcar e comédia pelo meio.
Também é um romance sexy e doce para se devorar num piscar de olhos.





Sobre a Autora:

Pippa James, mais conhecida por Janey Louise Jones, é a autora da colecção bestseller A Princesa Poppy, que já vendeu mais de cinco milhões de livros em todo o mundo.
Em Portugal, a colecção já ultrapassou os 638 mil exemplares publicados, com diversos títulos a somar novas edições.
Tomando o desafio de escrever para o público adulto, Pippa James combinou a sua paixão pela comida, moda e cultura francesas e concluiu o seu primeiro romance contemporâneo, Amor com Travo Agridoce, publicado em Portugal pela Topseller.


terça-feira, 30 de janeiro de 2018

[Fantasia] "A Maldição dos quatro reinos- Sementes do Terror", de Luís carlos Machado Miguel [Chiado Editora]





Autor: Luís Carlos Machado Miguel

Editora: Chiado Editora

Edição:  Janeiro de 2017

Nº de Paginas: 436

Género: Fantasia

Colecção: Mundo Fantástico


Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros


Ayorion Soulfire é treinado desde criança por Ghoron Werthon, um mestre na arte de combate, considerado por muitos o homem mais  forte do mundo. Antes de morrer deixa-lhe uma enigmática frase. 
 A maldição seria verdadeira e que ele precisava de a desvendar para derrotar a rainha. Incitado pela vingança e pela mensagem do mestre, decide regressar ás origens em buscas de respostas. E depois lá na sua terra natal é que inicia a sua demanda de reunir os maiores guerreiros dos quatros reinos para pôr fim ao reinado de terror iniciado pela rainha e a sua comitiva. 
Mas Ayorion ficará a descobrir que o nome que carrega, é maior que aquilo que o próprio conhece e que poderá estar intimamente ligado à maldição que ele pretende desvendar.
Achei que a escrita desta história esta confusa, desde do principio da primeira página.





Sobre o Autor:

Luís Carlos Machado Miguel nascido em 1986 em Vila Real, reside em Mondim de Basto, distrito de Vila Real. É licenciado em enfermagem, profissão que exerce desde 2013. A paixão pela literatura fantástica, levo-o a enveredar pela escrita, elaborando assim a sua primeira obra. 


domingo, 14 de janeiro de 2018

[Psicologia] "O Índice da Maldade", de Hernâni Carvalho [Editora Guerra e Paz]



        

Autor: Hernâni Carvalho

Editora: Editora Guerra & Paz

Edição: Outubro de 2017

Nº de Paginas: 200

Género: Ciências Sociais e Humanas / Psicologia

Colecção: Clube do Livro SIC






Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos Livros

Neste livro "O Índice da Maldade", Hernâni aborda vários temas relacionados com a Maldade. O livro fala-nos de algum casos de homicídio, tortura e violação que chocaram os portugueses.
Desde da origem da maldade á relação entre homicidas e psicopatas, passando pelas linhas ténues que separam a maldade da loucura. O Autor também descreve e distingue um Psicopata de um Sociopata.
Um bom livro para quem gosta de policias.
Gostei do livros, achei-o interessante!

* Este livro não é recomendado a pessoas sensíveis!

Sobre o Autor:

Nasceu em Lisboa, em 1960, casado, tem dois filhos. Formado em Psicologia, fez estudos posteriores na área das Ciências da Religião. Jornalista-auditor de Defesa Nacional. Carteira Profissional de Jornalista nº 2371. Para a RTP fez reportagens de guerra na Bósnia, Honduras, Timor, Gana, Paquistão e Afeganistão. Integrou posteriormente as equipas de "Ponto por Ponto""24 Horas""Histórias da Noite" e "Telejornal". Depois de sair do canal público, publicou reportagens no "Independente""Sábado" e "Correio da Manhã". Regressou à televisão pela porta da SIC, onde assinou crónicas policiais nos programas da manhã. Aceitou um convite para construir um projecto editorial em Angola e regressou aos ecrans nos primeiros dias de 2007 a convite de José Eduardo Moniz. Na TVI assina a crónica "Crime, diz ele", colabora com a redacção e com diversos programas da estação. Escreve também para a revista "TV Mais" e é coordenador editorial do site "aeiou.pt".



sábado, 30 de dezembro de 2017

[Romance] "A cada Respiração", de Maya Banks [Harper Collins]



Autora: Maya Banks

Editora: Harper Collins 

Edição: Novembro de 2016

Nº de paginas: 304

Género: Romance



Opinião por Ana Santos, Blog A Dama dos livros 



Neste romance, encontramos uma das personagens principais. Eliza Cummings que trabalha na Devereaux Security Services, mas ela esconde algo bastante grave do seu passado que lhe atormenta á anos. Com o tempo e os anos Eliza procurou esquecer o passado, mas quando a pessoa responsável por tudo é solta, ela sabe que tem que resolver o assunto de uma vez por todas, mas por outro lado também existem as consequências que poderão prejudicar-lhe.
No entanto conhecemos Wade Sterling um homem que já viveu bastante e nunca pensou no futuro como algo a dois. Desde que salvará Eliza, ele se sentiu algo mais de que uma relação de amizade. Mas Eliza esta estranha e Wade aprecebe-se que algo não está bem e vai fazer de tudo para desvendar e ajudar Eliza em tudo que ela precisar.

A historia "A Cada Respiração", Wade é um homem bastante inteligente, perspicaz e principalmente não aceita um não, pode até ser muito possessivo, mas isso só fez com que ficasse apaixonada por ele, afinal ele quer a mulher que ama  esteja protegida e faz de tudo para que isso aconteça. A Eliza com o seu passado tão trágico e pesado que admito que não esperava. Vi que a Eliza com o seu pior estado e der repente vemos uma mulher forte e corajosa. E mostra o seu lado mais traumático. Isto só demonstra a grande mulher que já passou por muito e no fundo apenas quer proteger aqueles que ama. Podemos agora apreciar esta ligação que os dois tem, que é tão forte e bonita. Fiquei com a sensação de uma conquista que este romance me criou.

Sobre a Autora:




Maya Banks, autora best-seller do New York Times que escreve romances eróticos e de suspense, conquistou as leitoras com a sua escaldante série de romances históricos escoceses. Maya Banks é uma autora norte-americana que conta com mais de cinquenta livros publicados ao longo da sua carreira.
Os seus livros têm sido presença constante nas listas de bestsellers do New York Times e do USA Today, mantendo-se nos tops de vendas durante semanas consecutivas.
Protege-me é o primeiro volume de Slow Burn, a nova série da autora.